por que eu não recomendo o uso de planner?

por que eu não recomendo o uso de planner?
https://www.tumblr.com/jollyjoules

ele chegou: o texto ~polêmico~ para explicar os motivos pelos quais eu não recomendo o uso de planner. agrupei causas e consequências em dois tópicos. no terceiro, explico para quem o planner é indicado e como recomendo o seu uso.

1. pouca atenção para organização e consequente sobrecarga do planejamento

os planners são, em essência, ferramentas de planejamento.

como expliquei nesses textos aqui e aqui, quanto melhor o seu processo de organização, melhor será o seu processo de planejamento.

como essa ferramenta é desenhada com foco no planejamento, o que acontece, muitas vezes (e é muito natural que aconteça quando a pessoa tem apenas ferramentas de planejamento), é a sobrecarga do planejamento.

um sistema de organização permite que você descarregue tudo que está na sua cabeça sem a pressão de realizar tudo que for tarefa no próximo dia, semana, ou mês. especialmente atividades chatinhas que precisam ser feitas vez ou outra – mas que não tem consequências graves caso sejam procrastinadas. para ilustrar: organizar e-mails antigos, organizar pasta de fotos ou lavar uma peça de roupa específica a mão são atividades que a gente deixa lá no sistema de organização (para não nos esquecermos de que precisam ser feitas) mas a gente só traz pro planejamento quando a gente tá beeeeem afim de ter uma vitória na vida.

o que acontece quando você não tem espaço para organização? sobrecarga do planejamento. e o que acontece quando você tem sobrecarga do planejamento?

quando todas as atividades que precisamos ou desejamos realizar se encontram no planejamento, inevitavelmente temos um planejamento ruim – pois não conseguiremos completar todas aquelas tarefas no tempo previsto.

e o que acontece quando ocorre uma situação como essa e você não tem um espaço para organização? dançamos com as atividades pelo planejamento: de domingo pra segunda, de segunda pra quinta, de quinta para sexta, de sexta para a próxima semana até a gente desistir de utilizar a ferramenta.

planejar é como fazer uma promessa pra si mesmo. o que você sentiria se alguém te prometesse algo, repetidas vezes, e nunca cumprisse? você seguiria confiando nessa pessoa? o mesmo acontece quando você repetidas vezes se promete coisas e, repetidas vezes, não as cumpre. é um compromisso que você deixa de cumprir para si mesma e afeta sua autoconfiança. com o passar do tempo, você para de olhar para o planejamento pois ele perde completamente o sentido.

2. aumento de ansiedade e frustração

planners são fenômenos no instagram. essa rede social serve de vitrine para a ferramenta, que se vende como a solução para a sua vida: compre um planner, realize seus sonhos.

quando acontece a situação relatada acima, a pessoa que comprou o planner, em vez de se sentir enganada, se sente muito frustrada (para não dizer fracassada) – afinal, ela estava utilizando a melhor” ferramenta de produtividade do mercado (ironia detected) e, mesmo assim, não conseguiu se organizar e se planejar bem. a culpa consome e o pensamento de eu é que devo ser o problema toma conta,

esse é um processo extremamente cruel. como expliquei anteriormente, a ferramenta não dá conta de tudo que promete: você não é culpada.

por outro lado, ela oferece tantas funcionalidades que, para utilizar todas, você já precisa ter hábitos de organização (e escrita) bem consolidados! no entanto, pelo que eu percebo, as pessoas que mais consomem planners são aquelas que estão desesperadas para dar conta da vida e decidem investir um dinheiro considerável em uma ferramenta que lhes promete isso. mas a ferramenta, por si só, não é suficiente – e muito menos essa, justamente pela quantidade de funcionalidades, quase que impossíveis de serem utilizadas por iniciantes.

e ver tantas funcionalidades, pelas quais você pagou, não sendo utilizadas causa muita ansiedade: do acompanhamento de hábitos, a quantidade de copos de água bebidos por dia, a agenda mensal que você nem olha porque usou para se planejar ao invés de se organizar.

o que aumenta a frustração e a sensação de fracasso.

precisamos ter mais foco em menos coisa. e precisamos desapegar da ideia de que uma ferramenta oferecerá tudo o que precisamos para todas as áreas da vida. é difícil, eu sei, mas eu juro que utilizar mais de uma ferramenta mais facilita a vida do que atrapalha.

3. para quem é o planner? como ele pode ser útil?

planners podem ser úteis para pessoas que já possuem:

  • hábitos de organização;
  • ferramentas de organização.

se você já se organiza bem e deseja melhorar seu processo de planejamento: se joga! se você não tem ferramentas de organização e quer criar hábitos de organização com o planner: é melhor evitar, pode ser um tiro no pé.

se você optar pelo uso de planner, ele pode ser útil para criar hábitos de planejamento – que são diferentes dos hábitos de organização!

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *