(re)pensando (re)começos

(re)pensando (re)começos
https://kirstenrothbart.tumblr.com/

quando a gente sente a energia de novos começos, é comum querer engolir o mundo. fazer tudo de uma vez, sabe? aproveitar que vamos fazer uma coisa para fazer mil.

essa lista de de desejos costuma dizer muito sobre quem a gente gostaria de ser. a energia do (re)começo é a energia de novas chances. é a energia de tentar ser essa melhor versão de nós mesmas. quem você gostaria de ser? e por que você gostaria de ser essa pessoa?

para o desafio do (re)começo, quero que você escolha apenas uma item da sua lista de desejos. por um motivo: não nos tornamos pessoas completamente novas e diferentes da noite pro dia. então, em vamos devagar. priorize. o que é mais importante no momento?

depois, você precisa entender o que você quer (re)começar e como você vai fazê-lo:

é um hábito? se sim, qual é o melhor momento da sua rotina para ele acontecer? você precisa fazer mudanças ou adquirir algum objeto específico para colocar esse hábito no seu dia a dia? afinal, como seria possível passar fio dental todos os dias se você não tem fio dental em casa? certifique-se de que você tem tudo que precisa antes de começar.

é um projeto? se sim, o que você precisa fazer para esse projeto andar? quais são as tarefas? você depende de alguém? você precisa de clareza.

de todo modo, você já pensou em por que você não conseguiu estabelecer esse hábito ou seguir com este projeto no passado? tente se dar conta dos nós emocionais que possam estar envolvidos nisso.

da mesma forma, por que você quer dar continuidade a esses planos?


percebo que muitas vezes nossos desejos não são nossos, sabe?

a gente vê em algum lugar que acordar às 5h é o ideal. que precisamos meditar ao pôr do sol. que devemos poupar tantos porcento da nossa renda mensalmente. que é necessário aprender uma língua estrangeira. que pessoas de sucesso estudam todos os dias – e praticam atividade física – e tocam instrumentos – e comem apenas comida orgânica de pequenos produtores. e tomam banho frio.

você quer ser essa pessoa? talvez, sim. mas, é impossível fazer isso tudo de uma vez. quero dizer: talvez, até seja possível, se você deixar de lavar a louça.

por isso, antes de tudo, pergunte-se: qual é o sentido do que eu estou me propondo? como isso me aproxima da pessoa que eu quero ser?

talvez você não tenha conseguido manter o banho frio por muito tempo porque não faz sentido. talvez, você não tenha conseguido acordar às 5h porque simplesmente não fez diferença para a sua vida – e você prefere (e pode!) acordar às 8h.


pensar sobre tudo isso pode ser exaustivo. principalmente porque toca em um monte de ferida dentro da gente. por isso: vá leve. vá onde dói menos. e não vá sozinha. <3

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *