maio: mês de mudanças

maio: mês de mudanças
https://www.pixiv.net/en/artworks/66747126

este é tanto o tema do mês quanto um anúncio: as coisas vão mudar um pouco por aqui.

na verdade, este tem sido um ano de mudanças. há aquelas que vem de dentro e movimentam o que existe do lado de fora, e aquelas que acontecem por fora e afetam por dentro.

escrevo este texto na segunda, dia 03 de maio. ontem, talvez, eu tenha voltado à superfície depois de um longo mergulho de angústia. angústia porque fui atropelada por uma tsunami. superfície porque agora respiro e consigo ver as coisas com mais clareza.

por mais que tudo pareça descolado, escolho falar de mudanças para falar de tempo.

as coisas raramente mudam de uma hora para a outra e, mesmo quando o fazem, precisamos de tempo para assimilar as mudanças. porque as mudanças se materializam no dia a dia. sejam mudanças internas, sejam mudanças externas, é no cotidiano que fazem efeito.

ter um sistema de organização nos ajuda a visualizar as mudanças – sejam elas planejadas ou não. o esforço para categorizar ações e projetos e pensar sobre o espaço que ocupam em nossa rotina nos obriga a tentar compreender as mudanças que se impõe. reforço: sejam elas por forças internas ou externas.

dedicar um mês a mudanças significa reconhecê-las e pensar sobre elas.

reconhecendo algumas mudanças, fiz escolhas para mim e para o leticionismo:

  • haverá apenas um conteúdo grande por semana. em uma semana, haverá texto. na outra, haverá vídeo no youtube. sempre às terças-feiras, às cinco da manhã. esta decisão surge para que eu possa me dedicar mais e melhor às minhas alunas, manter uma rotina mais tranquila e reestruturar o leticionismo enquanto uma escola de organização.
  • a vitrine do instagram será trocada a cada terça e sexta. a ideia é trocar a fachada para te convidar a chegar mais pertinho.

as escolhas pessoais envolvem algumas decisões acerca de carreira e não posso compartilhar muita coisa agora. mas, são mudanças que já vinham se colocando. decidi reconhecê-las.

no mais, sinto que estou passando por um momento de catarse.

a gente por vezes se atropela – mas não é possível atropelar o tempo.

caminhamos um passo por vez. às vezes com pressa, às vezes admirando a paisagem. mas só caminhamos um passo por vez.

desejo, para este mês, organização para entender o terreno. e paciência para caminhar e construir o caminho.

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *