porque você não sabe planejar

completando o título: provavelmente.

existem dois tipos de planejamento diferentes e eles são geralmente confundidos. e, pela minha perspectiva, essa confusão está na raiz dos projetos pessoais empacados que nos causam tanta frustração.

este texto é bem teórico, e esta é uma escolha muito pensadinha. o meu objetivo é que, quando você se sentir embolada ou atropelada ou empacada, você consiga perceber os motivos pelos quais isso pode estar acontecendo. é assim que você desenvolve autonomia para criar suas próprias soluções: entendendo o problema! é assim que você se liberta das dicas de internet e passa a se organizar de verdade e pra valer!

tatua na testa: aprender conceitos tem efeitos na nossa vida cotidiana!

vamos, então, primeiro, conceituar os dois tipos de planejamento. em seguida, vou mostrar como eles podem se confundir para te ajudar a identificar essa situação no dia a dia.

planejamento de projetos

pense em um projeto seu. não importa o tipo de projeto: pode ser pessoal ou profissional. não importa também, por ora, o conceito de projeto. pensou?

não? seguem alguns exemplos de projetos: criar uma horta em casa, abrir uma loja online, ingressar no mestrado, ler todos os livros de uma coleção específica etc.

conseguiu pensar em um projeto seu?

quando você escreve o passo a passo para a execução do projeto, você está planejando o projeto.

ótimo! só que sua vida não gira em torno desse projeto, certo? se você pudesse usar todas as 24h do seu dia para você & seu projeto (que par romântico!), eu tendo a acreditar que o projeto estaria rodando e muito que bem!

para te ajudar com esse planejamento, eu gravei este vídeo. pause a leitura, e assista o vídeo para ver do que se trata!

planejamento cotidiano

esse é o queridinho! são as listas de segunda, terça, quarta etc que você faz – e raramente cumpre! falamos bastante dele por aqui.

ele é diferente do planejamento de projetos porque, no momento do planejar, você não considera o passo a passo para se concluir alguma coisa. você leva em consideração (ou deveria, risos) o seu tempo, do seu dia ou da sua semana. então, a partir daí, você planeja as suas ações para o período de tempo definido. e essas ações podem estar conectadas a diferentes projetos! na verdade, provavelmente elas estão – porque todo mundo precisa lidar com as diferentes áreas da vida e responsabilidades todos os dias!

“day planner”: este é o planejamento diário, portanto, pertence à categoria do planejamento cotidiano!

para entender mais sobre planejamento cotidiano, eu recomendo:

este vídeo, que explica a relação entre planejamento cotidiano e organização pessoal.

este texto quase primitivo na história do leticionismo que explica as diferenças entre organização e planejamento. eu escrevi esse texto pensando em planejamento cotidiano, mas m muita coisa pode ser expandida para o planejamento de projetos!

ah! e percebam: há vários pingbacks ao final deste texto que recomendei, na área de comentários. se você quiser explorar mais o assunto, recomendo dar uma olhadinha por lá!

“não cumpro com o planejado” – e agora?

talvez você esteja planejando o projeto no cotidiano. ou seja: você quer criar uma horta e escreve listas, cujos títulos são os dias de uma semana, e determina ao mesmo tempo o próximo passo para criação da horta e em qual dia ele deveria acontecer. isso é péssimo porque sufoca o espaço da vida, que não pede licença. o que acontece caso você tenha um mal estar na quarta-feira? e se o seu chefe chegar com uma demanda de última hora? e se um cliente aparecer com alguma urgência? e se você simplesmente quiser descansar um cadinho mais qualquer dia? e se um dos passos tomar mais tempo do que você tinha previsto?

misturar os dois é caminho certo para frustração.

quando as pessoas dizem “eu não cumpro o planejado” – precisamos entender de que planejamento se trata! o problema está na confusão entre os dois ou está em um só? o problema está nos dois mas de formas separadas? se você sente que não cumpre com o planejado, me diz: você já consegue identificar um pouco melhor onde está o seu problema?


planejar não é trivial, por mais que seja vendido dessa forma. existem tipos de planejamento diferentes e estratégias de planejamento diferentes a depender do que planejamos. existem infinitas possibilidades de ferramentas e mais tantas possibilidades de configurá-las, dependendo dos seus objetivos, da sua personalidade e do seu contexto!

agora, faz sentido para você o quanto a aprendizagem conceitual é essencial para que você desenvolva autonomia na sua jornada de organização pessoal?

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *